Translate

domingo, 6 de dezembro de 2009

O catalogo JESS de Objetos Estelares - Cap. 8

Cap 8- O reino das galaxias.
Há uma região no céu que só seria coompreendida séculos depois de sua descoberta. Hoje em dia ela é conhecida como como o aglomerado galáctico de Coma – Virgem. Situado entre estas duas constelações é o maior aglomerado galactico junto a Via Lactea. Com a explosão de inclusões já citadas no catalogo Messier enquanto acompanhava o cometa Bode esta região começou a ser revelada. José Eustaquio já a conhecia bem e chamava a area de “O Arquipélago”. Parecia prever o que Kant iria chamar de Universos – ilha muitos anos depois. Na realidade a verdadeira natureza destas névoas só seria revelada por Edwin Hublle no sec.XX.
O conceito de galáxias ainda não existia para nossos heróis embora José Eustaquio perceber que naquela região do céu havia outros tipo de criaturas do zoológico cósmico.
O aglomerado Coma- Virgem está a cerca de 60.000.000 de anos luz luz de nós. Embora Messier tenha catalogado 16 objetos na região isto é apenas uma pequena parcela da massa ai existente. Estudos mais recentes demonstram que há mais de 2000 galaxias individuais na região. Alguns acreditam até que as galáxias do chamado grupo local ( do qual fazemos parte) são atualmente membros distantes desta familia.
As galáxias M84,M86,M87 se localizam junto a centro gravitacional do aglomerado. A Galáxia M87 é uma das mais massivas já descobertas contendo cerca de 3 trilhões de massas solares.Ela mede cerca de 120.000 anos luz . Isto é um pouco maior que a nossa galaxia. Mas enquanto a Via Lactea é uma galáxia espiral e possui suas estrelas confinadas em um plano ,M87 é uma galáxia eliptica e com isto apresenta um volume muito maior.E é preenchida por algo como 3000.000.000.000 de sóis. Além disto há mais coisas lá. Em 1918 ,Heber Curtis descobriu um estranho jato luminoso de material vindo do nucleo de M87.posteriormente se descobriu que a galáxia era uma grande emissora de raios –x .Finalmente o telescópio Hubble mostrou que o jato resultava de um imenso colapso gravitacional em seu nucleo e é alimentado por um imenso buraco negro.
Ha ainda outros gigantes no cração do aglomerado com mais de 3 galáxias apresentando massas superiores à 1.000.000.000.000 de sóis . M49 e M60 são exemplos.
Com relação a Messier há ainda um outro dado interessante . A galaxia hoje chamada de M91 não foi (possivelmente) avistada pelo proprio e foi durante anos considerada uma das galáxias perdidas de Messier . Sua posição dada era similar a de M58 o que levou a controvésias sobre sua identificação . De qualuer maneira a galáxia hoje aceita como M91 é conhecida também como NGC 4548.
Nosso querido padre nada sabia a respeito do “arquipelago” .Ele possuia apenas a primeira versão do catalogo de Messier e este ia somente até a sua entrada de numero 45. Ele também desconhecia o que eram de fato aquelas nebulosas que josé Eustaquio prometera lhe mostrar . Na verdade aguardava ansioso. O ano demorava a passar e Eustaquio dizia que as tais ilhas só seriam avistadas quando Vendiamitrix, uma das estrelas mais brilhantes de virgo atingisse sua maxima culminação. Para isto ele agurardava .
Enquanto isto Don João mostrava para José duas peças importantes da história cosmica. Surpreendentemente José nunca tinha dado grande atenção a uma das mais manjadas entradas do catalogo Messier. M31 a grande galáxia de Andromeda. Esta nebula é conhecida desde a mais remota antiguidade e é na verdade a maior galaxia do chamado grupo local, ao qual pertencem diversas galaxias inclusive a nossa. Em um futuro distante a nossa galáxia e a de Andromeda devem se fundir formando uma gigantesca galáxia , chamada de Milkomeda ( Milk way é o nome dado a via lactea em ingles) . Este gigante será uma das maiores galaxias conhecidadas.
De volta ao meu antepassado , ele mostrou a orgulhoso a José a grande nebulosa de Andromeda. Este rapidamente a reconheceu como uma ilha e foi assim que Don João ficou sabendo do tal arquipelago.
M31 teve um papel fundamental no entendimento do universo como nós o entendemos hoje.
Embora Don João não percebesse, José tinha certeza de que aquela nebula era formada de estrelas.Tiveram diversas discussões a este respeito sem nunca chegarem a um acordo.Don João chegoua dizer que aquilo poderia ser um fenomeno atmosférico.Já José sabia que aqulo estava muito longe.No Céu profundo.Ou para la do mar aberto com dizia em seu universo “maritimo”.
A galaxia de Andromeda está, sabe-se hoje, a cerca de 2.5 milões de anos uz do sol. Porém isto só foi reamente confirmado com o surgimento de telescópios mais potentes. Somente nos anos de 1920 hubble reconheceu algumas estrelas chamadas de variaveis cefeidas, que são estrelas variaveis as quais pulsam num ritmo que é associado ao seu brilho intrinseco.Com isto ele pode calcular qual seria o brilho delas em relação a distancia que deveriam estar de nós.Medido o quão brilhantes eram estes marcadores ele fez o universo crescer .
O debate a respeito de se as tais nebulosas que eram avistadas desde tempos primevos faziam parte de nossa galáxia ou se eram corpos muito além dela foi acalorado e um dos mais longos da ciencia moderna.
Em um primeiro momento os dados para esta averiguação sofriam de problemas materiais. Os telescopios que o homem era capaz de construir não eram ,então, capazes de trazer detalhamento algum a aqeles borrões que parecem se espalhar por todo o céu. Herschel , na póxima geração é o primeiro a especular sobre sua natureza. Ele mesmo catalogou mais de 2000 nebulosas.Masele acreditava que todas elas eram brçarios estelares ( o que diversas nebulas o são...) dentro de nossa própria galaxia. Porém , das ilhas que José falava, a natureza era outra. E isto começou somente a ser de fato percebido quando Lorde Rosse , um endinheirado nobre , proprietario do castelo de Birr, na Irlanda, construiu o que ficou conhecido como o “ Leviatã de Parsontown” . Seu espelho media espantosos 1.8 metros de diametro . O telescopio possuia 16,5 metros de comprimento e levou tres anos para ser construido. A primeira galáxia a se render ao monstro foi M51, na qual se pode perceber sua estrutura espiralada . Era 1845.
Graças a estas novas observações percebeu – se que as tais nebulas eram copo de diferentes tipos de estrutura. Porém medir suasdistancias ainda era impossivel.
O proximo passo para que isto fosse possivel foi dado por uma mulher apaixonada pela ciencia que muito lutou para realizar seu sonho.
Henrietta Leavitt era quase surda e se graduou em Harvard e posteriormente se tornou voluntaria No Harvard College Observatory para catalogar estrelas variaveis. Com isto se tornou uma especialista no assunto . Ao achar Cefeidas na Pequena Nuvem de Magalhães , e em um ato de fé actreditar que estas estariam proximas uma das outras , criou uma vela padrão que permitiria medir as distancias no universo. Todas elas estariam a uma distancia muito maior de nós que umas das outras. Estava feita a magica. Leavitt descobriu que o brilho das variaveis cefeidas seguia a seguinte relação:quanto mais alta a luminosidade de uma cefeida,mais longo era o periodo entre seus picos de brilho.
José Eustaquio ia adorar a comparação que se pode fazer das estrelas cefeidas com os faróis do mar . A se calcular a distância de um farol se calcula tambéma a distância de um ponto em terra ( uma vila ou porto...) .
Foram os faróis de Henrietta que levaram um astronomo com muito dom para R.P. dedescobrir a verdade sobre a distância da tal ilha que Eustaquio já sabia ser longe.
Chefão do maior telescópio de seu tempo Edwin Powell Hubble era um showman e a partir dos telescopios de Monte Wilson fez a maior descoberta de sua geração de astronomos.. Usando estes aparelhos Hubble foi capaz de achar estrelas cefeidas em M31 , a Grande Nebulosa de Andromeda.
Era 1923.
Com isto calcular sua distância foi o proximo passo. Segundo os calculos de Hubble esta nebulosa estava a 900.000 anos luz da terra . Ou seja muito além da nossa galaxia. Na verdade a Grande Galaxia de Andromeda esta a 2.5 milhões de anos luz da terra . Mas de qualquer forma o homem passou a ter uma vaga idéia das dimensões a nivel universal.
Após medir a distancia de varias nébulas ele percebeu que não só eram muito distantes como também estavam se distanciando uma das outras . Ainda que sem saber descobriu que o universo se encontra em expansão.

A Próxima jornada resevava varias surpresas para Don João . José Eustaquio ia leva-lo ao grande Arquipelago . O Aglomerado Galáctico de Coma-Virgem . E as luzes mais antigas que ele já vira.


terça-feira, 24 de novembro de 2009

Astrolog #010

log buzios 21 de novembro
20 e 21 de 2009
seeing razoavel. melhor dia 20 (2)
objetos avistados
Castor -Resolvi as duas estrelas mais proximas porem o seeing não era perfeito .
M1- muito tenue. Meu irmão também viu .Estava lá. Só e facilmente localizavel por estar muito proxima a Zeta Tauri
M35- lindo.Saleirão. O melhor da noite
M36- bonito . fumaça . usando a visão periférica se notam algumas estrelas.
M37.só fumaça.bem discreto na buscadora.
M38- o mais legal de auriga. Saleiro.
M31 - nevoa grande com visão periferica . Se ve na buscadora . Por volta de 21:30 horas. Bem legau. O nucleo se sobressai bem . Facil de se achar a partir de Mirach.
M32 - percebe-se no mesmo ocular de M31
Aglomerado de Lambda Orionis-Bem legau.Alvo para a buscadora. É só centrar em Meissa ,na cabeça do caçador.

revisitados nas constelações austrais

Pleiades do Sul - melhor na Buscadora. Muito grande.
Omicron Velorum- um favorito
IC 2602- Pequeno e bonito.
NGC 3372,3532,3572,3293,3324, 2629 -Todos em Carina . Uma das mais ricas constelações austrais. São todos objetos faceis de se achar.


objetos não localizados

m110- nem sinal
m15- toco
m78- horas tentando e nada

sábado, 14 de novembro de 2009

O catalogo JESS de Objetos Estelares -cont.

A segunda jornada

A segunda jornada é de certa forma relacionada a uma história que viria se passar muitos anos depois . 1931 .Per Collinder estava organizando sua dissertação “ Propriedades estruturais do aglomerados abertos e sua distribuição espacial”.É sua tese de doutorado e um dos mais obscuros “papers” já escritos.Porém em um anexo ele deixa sua maior herança para os amadores do mundo.O catalogo Collinder tem 471 entradas. . Per Collinder foi um astronomo sueco e seu catalogo apresentou diversas controvérsias. Diversas de suas entradas são discutíveis . Asterismos que não são verdadeiros aglomerados. Alguns objetos não estão localizados corretamente. Mas diversos dos seu objetos são memoraveis .Na verdade Collinder classifica os seus aglomerados os comparando a outros aglomerados muito conhecidos . Assim um aglomerado podia ser do tipo Pleiades , um outro do tipo “Prespépio”(M44 ) .Era um metodo eficiente no reconhecimento dos objetos . Muitos deles facilmente notados de locais escuros. Collinder foi um grande navegador . José Eustaquio também.
Novamente reunidos na lua nova ( ele sempre se reuniam na lua nova) . Os indios acreditavam que o padre e Eustáquio falavam com aquele deus deles pesoalmente durante ese periodo. Don João não desencorajava aquela crença. Na verdade gostava. Seguia engajado no seu trabalho de conversão e já tinha dois filhos com duas indias e pretendia continuar o que chamava de conversão carnal. Achava que as indias que compartilhasem de sua intimidade seriam purificadas.Algo como um batismo.
José eustaquio , que conhecia já bem a loucura do homem preferia não contrariar. Sabia que o outro acreditava piamente que poderia remover o pecado original praticando mais patifaria . Um contra senso teologico . Por essas e outras o nosso bom padrea já fora expulso de quase todos os reinos europeus a oeste dos Caucasos . De qualquer forma agora ele estava no Arrraial . E de lá ninguém era expulso.

De qualquer forma naquela lua nova , até as fogueiras não foram acesas para não atrapalhar o encontro entre aqueles dois homens . Eles gostavam do mundo as escuras.

José Eustaquio explica:
-Muitos cardumes no céu hoje , padre? A corrente vai trazer varios cardumes sudeste e leste. Elas vem com o vento. O vento bom.

Don João já se habituara ao falar de José. Ele encarava o céu como o mar e entendia o seu comportamento como um ciclo de marés , migrações e ventos.

Ele sabia que com aquilo José queria dizer que a noite ia ser limpa e que poderiam ver diversos aglomerados abertos (os cardumes de José) acompanhando a Via Lactea. A Via Lactea propriamente ele chamava de Corrente .
Naquela noite José ia jogar sua rede nas constelações de Cão Maior e Puppis (a popa do Navio Argos) . Era o final da primavera e elas nasceriam no horizonte sul não muito tarde.
- Hoje eu vou mostrar para o senhor o “Rabo do Cachorro”, - dito num tom provocador , algo bagaceiro.Como que se referindo ao amor de Don João pelas ancas da indigenas.
- Mais antes eu vou te mostrar o coração do Cão de Orion. – O telescopio de Don João apontava para abaixo de Sirius , a estrela mais brilhante do céu.
Antes mesmo de olhar pela ocular José dizia- Este é bonito . Um grande cardume com um peixe difernte no meio. É bem circular .Muitas estrelas

Era verdade . Don João apontara em direção a M41 .Um aglomerado conhecido desde a antiguidade. E que se percebe uma estrela avermelhada proxima a seu centro. Cercada por outras mais esbranquiçadas.entrada de numero 9 no catalogo JESS. È provavelmente o objeto mais tenue observado na antiguidade. Aristotle um registrou em 325 A.C. . è possivel que ele também tenha avistado M39 , em Cygnus(o cisne) , como um objeto com parencia de cometa.

A seguir , em rapida sucessão , mostrou quatro belos aglomerados . Todos desconhecidos por Don João.
Mostrando conhecer tambem os alfarrabios José Eustaquio rapidamente disse:
-Partindo de Aludra ,na ponta da cauda, você vai perceber uma pequena estrela. Eu chamo de o Pom Pom do cão.Um cardume assustado. ( Aludra é como é chamada a estrela Eta Cão Maior.
É conhecido hoje em dia como Collinder 140. Descrito por Collinder como do Tipo Pleiades.
Continuando a lição - Formando um losango com Adara , Aludra e Wenzen (Epsilon, Eta, e Delta Cão Maior respectivamente) tem este outro cardume .
È outro grupo classificado por Collinder . Cr132. Também considerado do tipo Pleiades. Ele considerou 18 estrelas como pertencentes ao aglomerado.
E como que fazendo bravata- E logo abaixo deste seu aglomerado manjado é outro de só jogar a rede .
E mostrou um grupo com cerca de 20 estrelas .
Hoje conhecido com Cr121 . Um belo aglomerado aberto disperso também considerado or Collinder como do tipo Pleiades.
- E destes que a gente vê até sem luneta seu padre tem este aqui .
Desta vez apenas mandou que Don João apontasse seu telescopio para Pi Puppis . Lá estava o que ele chamava do Cardume do Portal.
Como que prevendo o futuro ele mostrava a Don João o que seculos depois Collinder batizou de Cr135. O que ele classificou como do tipo nebuloso . Esta é uma classificação duvidosa posto que o aglomerado se resolve claramente e não apresenta indicios de nebulosidade.Ele conta também 16 estrelas . Don João só viu 12.
Mas achou o mais belo dos quatro . Parecialhe reamente como um portal estelar. O batizou de “O portão do Paraiso” . E anotou que sera através destas estrelas que a alma dos bem aventurados se dirigiria para o paraiso.
Dom João ficou encantado . Mas naquela noite José mostroulhe ser realmente um grande pescador. Depois de uma rapida parada para um beber algo e pitar seus cachimbos ele voltou a carga e mostrou mais maravilhas austrais para Don João.
De volta a area na cauda do Cão Maior ele mostra um aglomerado lindisssimo. Também pesca facil como disse José Eustaquio. A redor de Tau Cão Maior . É o sexto aglomerado aberto mais brilhante do céu. Porém muitas vezes esquecido pelos observadores no hemisfério norte. Foi também posteriormente catalogado no New general catalog of Nebula and Clusters como NGC 2362.
Voltando para Puppis (a Popa) ele mostra mais ao sul outro belo aglomerado um daqueles que ele chama de saleiros em vez de cardume. Com uma magnitude geral de 2.8,como calculada por Don João, e uma estrela membro bem brilhante , ele era facilmente percebido a olho nú pelos olhos treinados de José Eustáquio. Se partindo de Pi Puppis em direção a sul se pode nota-lo.
Foi catalogado posteriormente como NGC 2451.

E ainda perto somente mais um pouco ao sul mais um aglomerado , este mais tenue , mais secreto, uma toquinha como chamou José . Este que éhoje conhecido como NGC 2477. Com magnitude proxima a 6.0 está no limite da visão humana. Um aglomerado bem rico segundo Don João.
Estes objetos são ,em ordem de apresentação, os objetos JESS de numero 9,10,11,12,13,14,15 e 16.


Aqui uma tabela para ajudar em seu reconhecimento bem como o mapa da região.


Catalogo JESS José Outros

JESS 009 – Grande cardume M41
JESS 010- O Cardume Assustado Cr 140
JESS 011- Cr 132
JESS 012- Cr 121
JESS 013- O portal do paraiso Cr 135
JESS014- Tau Cão maior NGC 2362
JESS 015- NGC 2451
JESS016- NGC 2477

domingo, 8 de novembro de 2009

astrolog outubro 2009

Astrolog outubro de 2009

Outubro foi um mês ingrato no observatório. O céu sempre coberto. O Nuncius foi a seu posto avançado e o céu coberto. Porém se tirou leite de pedra. Na verdade ,apesar dos poucos dias disponíveis para observação , foram avistados objetos austrais significativos. A nova buscadora 10x50 se mostrou extremamente útil e abriu um novo universo de observação. Uma boa buscadora é fundamental para o astrónomo urbano.
Foram observados :

NGC 2070- A Nebulosa da Tarântula. Parece com a letra x . Na buscadora se percebe claramente que não se trata de uma estrela. Um borrão bem brilhante apresentando u formato de v invertido. Na ocular um x bem brilhante no seu núcleo e algo como uma névoa a redor. Se partindo de Canopus em direçao a Achernar . Cerca de um campo visual da buscadora abaixo da linha que liga as duas . Se nota claramente na buscadora. 200.000 anos luz do Sol.

NGC 104- Ou Tucanae 47 . Belo aglomerado . Se percebe como uma estrela enevoada pela buscadora. Comecei a busca a partir de Achernar. A forma é algo não tão arredondada como se espera de um globular. Se vê claramente o enevoado a redor do núcleo que é bem brilhante , algo estelar.



NGC 362- Outro aglomerado globular. A partir de NGC 104 se localiza facilmente. Olhe para buscadora com atenção e vai notar uma estrela enevoada dentro de um grupo. Pela ocular se percebe claramente o aglomerado. Mais difícil que os outros dois de se perceber pela buscadora . Bem estelar. Bem próximo a NGC 104.

Todos objetos se encontram algo distante das estrelas mais brilhantes visíveis a olho nú. È necessário se fazer uma navegação pela buscadora. NGC 362 é fácil partindo-se de tuc 47.( No Rio de Janeiro com a Lua começando a minguar. )

NGC 2516 – Interessante aglomerado aberto próximo a Avior . Fácil .



Collinder 135 – Inclui Pi Puppis . Bem interessante e fácil de se achar . Pi Puppis é visível a olho nu. Diversas estrelas piscam na região. O catalogo Collinder trata de aglomerados abertos dispersos. Bons com baixa magnificação.

Pleaides do sul- Não são as plêiades , mas são uma das jóias do céu austral.(Ic 2302?)

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

O Catalogo J.E.S.S de Objetos Estelares

Cap 6-A Primeira Jornada

Finalmente chegou o dia . Ambos estavam armados de seus telescópios e Don João achou que ia mostrar coisas que José Estaquio Jamais sonhara.
A surpresa começou cedo aquela noite . Era inverno austral e o Cruzeiro do Sul ia alto no céu. Estaquio apontou seu telescopio em Direção a Beta crux , Ou Mimosa como ele a chamava. Alguns segundos e ele pede para o padre olhar em seu ocular. O que viu surpreendeu Don João . Era lindo , uma pequena jóia escondida no céu Austral. Uma linda coleção de estrelas com as mais diversas cores. Uma Linda arvorezinha de natal era a figura mais proxima que lhe ocorria. Era também curiosamente que José estaquio dera ao Aglomerado . Este Objeto foi catalogado como J.E. 001 no catalogo de Don João.
Don João não quis acreditar que aquele aglomerado não fosse conhecido anterirmente . So depois de consultar os estos que posuia dos Catalogos de halley e de Laplace é que ele se conformou que o achado era original de José Eustaquio.
O Aglomerado em questão é um aglomerado aberto hoje mais conhecido como A caixa de Jóias , Sua descoberta é normalmente atribuida a John Herschel . è conhecido também como Ngc 4755 .É descrito por Dreyer ( O organizador do imenso New General catalog of Star and nebulae ):- Aglomerado aberto denso. Aglomerado , muito grande ,estrelas muitos bilhantes .( Kappa crux).
È um aglomerado bem distante a cerca de 7500 anos luz da terra.

Próximo a “Arvore de natal” Estaquio fez Don João reparar em uma area muito escura junto ao céu. Um Buraco no céu . Esta nebulosa escura virá a ser conhecida como o Saco de Carvão. È um objeto atipico no caso mais parecia um vazio na via lactea. José estaquio defendia ser algum tio de matéria escura próxima a terra. Este objeto foi fruto de muita discussão entre José e o abade.
De qualquer forma ele apontou sua luneta para borda deste “buraco” e fez surgir mais um pequeno aglomerado o qual ele chamava de “sardinhas”. Este se tornaria o objeto J.E.002 .
È hoje conhecido como Ngc4609 do catalogo de Dreyer. Ele o descreve assim:
- Aglomerado. Bem Grande . Comprimido para leste.
O Telescopio de Dreyer era infitamente mais poderoso que o de nossos heróis. A descrição de sardinhas me é bastante exata depois de observar o aglomerado com um telescopio modesto. ( Na verdade com um telescopio refrator de 75mm e com 50x de magnificação.)

A Jornada agora Continuou pelo Cruzeiro . Após mostrar a padre que Acrux ( A estrela mais brilhante do Cruzeiro eram na verdade duas estrelas . O fato de o padre já saber disto impresionou muito a Jose Eustaquio , que perdido no arraial a anos achava já que só ele conhecia a filosofia natural e as belezas do céu. NA era verdad mas ele conhecia os céus austrais como poucos e como o padre comçou a perceber como ninguém.
A partir de Acrux ele dá um pequeno salto e localiza mais um aglomerado em meio as estrelas do Cruzeiro. Este era muito tenue e visto somente se olhado com muita atenção. O saleiro era como ele o chamava. Hoje é conhecido como NGC4349 .Com mais um pequeno salto ele localiza NGC 4439 . A este ele chamava de Saleiro de Jó já que era necessaria uma certa paciencia para fazerem saltar as estrelas que o compunham. Muitas noites ele era só uma bruma escondida no céu.
È importante ressaltar que estes aglomerados só foram catalogados pos Dreyer mitos anos após esta primeira jornada observacional de josé estaquio e de Silvano silva. Estes são também as entradas J.E.003 e J.E.004 do nosso catalogo perdido.
Mas noite não acabara e Don João queria mostrar o que sabia. Foi dificil mostrar alguma novidade a caboclo porém ele tentou.
Começoucomo o Aglomerado de Ptolomeu (M7) . Esperava com isto decobrir que os aglomerados no Cruzeiro mostrados por José Eustaquio se apequenassem perante tão belo aglomerado. Mas um alvo visivel a olho nu não poderia surpreender o já escolado José Eustaquio . Ele alegou que já conhecia e ainda falou do proximo alvo de Silvano Silva antes dele mostra-lo.
-Se o senhor padre olhar mais acima um pouco vai ver a “borboleta”.
O Aglomerado M6 é também conhecido como o aglomerado da Borboleta. José Eustaquio foi provavelmente o primeiro a fazer esta associação ou pelo menos a registrala . De Qualquer forma M7 e M6 são muito mais bels vistos do araial que da poluida Paris . Assim Don João os inclui em seu catalogo como S.S002 e SS003.
Mas antes de ir dormir infeliz ele consegue mstrar algo que o pescador não havia achado. Isto surprreendeu o José e fez a felicidade de Don João. M4 um aglomerado globular escondido junto Antares a estrela mais brilhante de Escorpião.
Com seu telescopios parecia-lhes uma pequena bola de algodão no céu. Foi assim que José estaquio chamou. Don João em mais um caso de apropriação indébita chamou de S.S 004.

Aindaa era relativamente cedo porém os mosquitos fizeram Don João Se retirar e se esconder junto a fogueira. Lá ele começou a organizar suas anotações e nasceu o catalogo Jess de Objetos estelares em sua forma original.
Don João desenvolveu um profundo respeito por José Estaquio naquele noite. Isto levou ele a uma forma mais organica de compreender o céu. Ele passou a perceber os astros de uma forma holistica. A Posição dos astros deixaram de ser uma coordenada e passaram a ser algo como uma caçada. Ele ia seguir as trilhas do céu assim como José . E este achava os objetos que ele chamava de pesqueiros , saleiros e tocas como quem acha a pesca no mar.
Por pesqueiros ele chamava areas com grande concentração de objetos de céu profundo . As vezes se referia a estas areas como correntes. Já os saleiros eram aglmerados abertos . E tocas eram , em geral, aglomerados globulares e galaxias . Certas galaxias ele chamou de polvos. O céu pra ele era como o mar que conhecia tao bem.
Don João tentou manter o linguajar que ele considerava mais cientifico , porem podemos observar em seu catalogo a presença do entender de José Eustaquio. Mesmo sem que o padre percebesse.Com o tempo isto se acentuou. E na forma como ocatalogo chegou a mim isto é claro. Poucas entradas tem coordenadas celestes associadas. Na verdade ele utilizou mais uma especie de leitura azimutal..
Na verdade isto foi fruto do tipo de montagem que os telescopios apresentavam.
“ Há diversos tipos de montagem sobre onde esta estruturado o sistema ótico.No caso dos telescopios utilizados por nossos astronomos eles apresentavam uma montagem chamada azimutal. Isto significa que o instrumento gira sobre de um eixo vertical que desloca o tubo do aparelho paralelamente ao horizonte , e de um horizontal que permite o movimento ao longo da altura. Com isto , como numa bussola , a posição de um astro pode ser dada como um rumo e sua altura como um numero em graus em relação ao horizonte. Assim um objeto que esteja a 90º estará a leste e um objeto a 270º estará sobre o horizonte oeste . Sua altura será eterminada entre 1º e 90º a partir do horizonte.”
De qualquer forma o valores apurados por Don João são aproximados e não confiaveis . O catalogo J.E.S.S revela o céu como se vê e não como uma projeção.
Com isto vamos conhecer as primeiras paginas do catalogo J.E.S.S de objetos estelares .
Ele não segue nenhuma logica aparente e sim a ordem das Jornadas. Foi assim que Don João denominou as noites de observação junto a José . Provavelmente inspirado por Galileu em seu “Dialogo”.

Cosmos -Cosmologia de Boteco

Novamente a mesma historia. O homem acha que sabe e atualmente até faz contas.
O universo tem 15 bilhões de anos . Novamente esquecendo o que sabe imagina ver o todo a partir de uma parte. Lembrar sempre que infinito é maior .
Tão grande que maior é um conceito que não cabe . Não caber no infinito quase explica a questão da escala. Aliás escala tamém não cabe.
O começo do tempo vai além do próprio tempo. O espaço é maior todo tempo e como infinito não é tempo ainda.Ou já foi .E é. E será. E também não.

Mas guardadas as proporções diversas organizações espacias , ou ainda da matéria são vistas e coompreendidas dentro das condições de contorno que podemos observar.
Certas estruturas materiais nos mostram que certas estruturas são mais antigas que outras e que a parte que nos cabe entender entende que nem tudo existiu o tempo todo . Porém certas coisas existem a mais tempo.

Quasars. São muito velhos , ou muito longe . De qualquer forma a quasares “proximos” e quasares distantes . Velhos e novos. De qualquer forma eles permitem dizer que não temos a menor idéia real do tamanho do universo . Só imaginamos seu tamanho e espaço porque sempre imaginamos . Daqui algum tempo vamos realizar que o universo é maior do que imaginavamos e e verdade . Ele cresce . E nós crescemos também. Constantes mudam de tamanho.Ou não?

A informação (dados?) pertence ao tempo ou ao espaço?
Por exemplo : existe um telescopio potente o suficiente em algum lugar a 2000000 e anos luz daqui que permita ver detro de sua casa. Um momento e voce bebe um gole daqua . O cidadão vai ver vc beber agua 2000000 anos depois ( ou antes?) ou este nivel de informação não existe a nivel espacial. Qual a escala que os eventos são registrados a nivel galactico(ou maior) . O nivel quantico existe para todo sempre ou só por momentos? E assim sendo o principio da incerteza permite diversas possibilidade a longo prazo porém só um resultado com certeza em um dado momento e em um lugar.Mesmo que não possamos saber qual. Acho que já bebi o suficiente.

Céu Profundo - Galaxias em Novembro

O Nuncius , entusiasmado com a nova buscadora, planeja uma experiência intergalactica para o mês de Novembro.

Vamos começar com a Nebulosa da Tarântula um lindo berçário estelar na Pequena Nuvem de Magalhães. Ngc 2070. Partindo de Canopus navegue até AlfaPictoris (mag. 3.2) cerca de 9º ao sul . Daí um outro pulo de 9º para oeste , seguindo campo estelar , e poderemos perceber um pequeno enevoado na buscadora.
Como um pequeno x brilhante ela irá aparecer com 50X e com uma magnitude de 8.1 ela sobrevive a mais magnificação. Este é o nosso alvo fácil. Binóculos e telescópios pequenos conseguirão resolver esta parada..Ela é um objeto circunpolar para nós. Porém melhor avistada alta no horizonte ( Por volta de 01:30 em novembro)

M31 , grande galaxia de Andromedae, é o nosso outro alvo binocular. Na verdade a galáxia de Andrómeda brilha a 3.5 de magnitude e visível olho nu. A partir de Mirach ( betaAndromedae) salte para Mu Andromedae e outro pulo igual vai levar até M31. Ela é fácil de se achar porém espere ela estar o mais alto possivel a fim de tentar observar as galáxias satélites de M32 e M110.( isto vai ocorrer ocorrer entre 22:30 e 23:00 em Novembro.

A seguir um alvo bem mais difícil. Um par galáctico . NGC 2207 e IC 2163 foram ambas descobertas em 1835 por John Herschel . Situadas em Cão Maior elas brilham a 10.8 e 10.9 de mag. Se encontram a cerca de 3º 40´´ de Mirzam (Canis Major)

E por fim também em Canis Major esta Ngc 2325. Brilhando a 11.2 de mag. Busque um céu bem escuro. O consolo é que partir de Adhara (epsilonCanis Maj.) a navegação é fácil. Difícil é ver a tal galáxia. Um telescópio de pelo menos 150mm ajudará bastante.

Sketches Australis -Campos estelares no Photoshop

Sketches Australis

Este mês o Nuncius vai apresentar uma técnica de desenho para que você crie um campo estelar no photoshop.
Primeiro crie um arquivo . Faça um “background” todo negro. Depois abra um “new layer”. O faça negro também. Vá em “filters” e adicione noise( Add noise). 10%.
Depois duplique este layer. E a seguir suba o contraste e abaixe o brilho da imagem. E duplique novamente. Novamente aumente ainda mais o contraste e baixe o brilho.

Depois venha utilzando a boracha e apagando os layer de forma leatoria e 1 de cada vez. Com isto você faz o fundo para seu campo estelar .

Para dar um brilho escolha o layer mais profundo e em color balance de um brilho azulado a sua composição. Depois aplique Gaussian Blur.
Depois ‘Flatenn image” Depois use a ferramenta " clone"( ou "stamp") e melhore o resultado. A seguir venha com as estrelas em primeiro plano , o aglomerado que você quer pintar , o cometa etc. por sobre este campo que você criou.




quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Buscadora Skywatcher 9x50


        O Nuncius Australis  vai apresentar  uma nova buscadora .
      A buscadora de 9X50 da Skywatcher apresenta um bom acabamento e um sistema de alinhamento bastante eficiente.
        Comprada através da web seu preço foi de R$149,00
     Para sua colocação foi necessário apenas retirar os parafusos que eram utilizados para a buscadora à led original do Celestron e utilizando a mesma furação no tubo do telescópio colocar a sapata com os parafusos(2) que acompanham a buscadora. Posteriormente esta mesma buscadora foi transferida para outro telescópio.
Todas as buscadoras da Sky watcher tem sapatas com a mesma bitola . Independente de seu diâmetro.  
 Apontando para um pequena luz vermelha no topo de um prédio ao longe o alinhamento foi fácil.
De qualquer forma deve se ter cuidado ao manejar a buscadora pois ela é bem sensível.
 A qualidade óptica é boa.
 Seu campo de visão é  de pouco mais de cinco graus.
Ela possui dois parafusos que permitem seu alinhamento. O sistema poderia ser um pouco mais acurado. Nada que desqualifique .
        Depois de alinhada  é necessário cuidado no manejo para não desalinhar. Com uma ocular "wide field" o objeto procurado sempre se encontra dentro do campo observado. Se utilizando uma de campo mais fechado ( 6 mm orthoscopica ) é necessário um alinhamento bem preciso.
Diversos DSO já foram observados diretamente pela buscadora e ela se revela um aparelho excelente para se observar aglomerados extensos e campos estelares. Acredito que o objeto mais tênue já observado pela buscadora seja de magnitude entre 8,5 e 9.
       As Híades , Plêiades e diversos aglomerados abertos extensos mostram-se melhor pela buscadora oque por telescópio...
         Ela é uma ferramenta essencial para observações urbanas onde não se pode ver tantas estrelas a olho nu.
          No geral ele é uma ferramenta de excelente qualidade e com um preço  acessível.

       O sistema de ajuste da buscadora , que consiste de 2 pequenos parafusos poderia se mais preciso . Qualquer esbarrão ( maldito narigão) desafina a buscadora. Um sistema com dois anéis seria mais eficiente.                A ótica da buscadora é muito boa mas a parte mecânica poderia melhorar.
     Outra coisa que seria muito bom   é uma diagonal que tornaria muito mais confortável seu uso . Especialmente em Newtonianos. Porém não achei nenhum fornecedor no Brasil.   Bom lembrar que tudo funciona a contrario neste tipo de buscadora . Com o tempo se torna uma segunda natureza opera-la . Mas lembre-se que você olhando um mapa que o que esta a esquerda vai estar a direita e o que esta embaixo vai estar em cima. Por isto uma diagonal eretora é um excelente acessório  para esta buscadora.  

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Quer comprar um Telescópio?

Quer comprar um telescópio?

Se você compra um telescopio ou é tarado ou quer conhecer o céu. Agora se sua intenção é conhecer o céu você deve saber primeiro o que é um telescópio. Se você for tarado compre uma luneta.
Posto assim vamos falar do céu.
Se você prentende conhecer o céu é melhor saber de alguns fatos antes de realizar seu desejo.
Ou faça como eu . Compre um telescopio e aprenda o céu. Funciona .
A questão é apenas não ter grandes expectativas. Compre um telescopio barato. E se não ver as maravilhas que estavam estampadas na caixa olhe melhor e veja as que não estavam.
O astronomo amador é amador porque ama. O que não o faz ser pior que o astronomo profissional. Alias o astronomo profissional que não é um amador bom não é.
O que importa é achar o céu . Nem tanto o que você acha. Na verdade quanto mais dificil é um objeto de se achar menos se acha, mas o pouco que se acha o faz especial.
E quanto menos você acha mais você acha que achou
-.Foi um achado!- diz.
Você pode conhecer o céu a olho nú . É a primeira coisa que você deve fazer . Depois você quer ver o céu que você nâo pode ver a olho nú.
Para mim isto era fundamental para eu ter certeza que o céu que eu via a olho nú era o mesmo céu das cartas astronomicas em minha mão.
E depois que provei a mim mesmo que não estava equivocado cheguei a conclusão que deveria comprar um telescópio maior só para ver o que não via e ter certeza mesmo que conhecia o céu .
De qualquer formao processo é mais longo que parece e o Nuncius quer facilitar para vocês.

Asimm sendo vão algumas idéias:

- Primeiro lugar – compre um bom mapa celeste ou mesmo um planisfério. Aprendeu? Vá para o segundo lugar.
- Compre um binoculo e comecea navergar com ele . Ache os objetos de céu profundo mais brilhantes. Tente algumas galaxias . Gostou? Vá para o passo 3.
-Compre o melhor telescopio que puder. Isto é dificil. Na verdade o tamanho de seu telescopio é tão importante quanto a posibilidadede usa-lo. Se você mora em um apartamento um refrator pequeni sera mais util que um dobsoniano de 12 pol.
De qualquer forma acho que o ideal seria vc ter um dobsoniano de 200mm, um refrator de 90mm e um ou dois bons binoculos. ( mais as oculares). O dobsoniano para viajar para o céu escuro e o outro para o miseravel dia a dia de uma janela.
-Qualquer telescopio ,ou quase qualquer um, é melhor que a sua pobre visão humana.
-Eu gosto muito de binoculos.

Boas observações

domingo, 11 de outubro de 2009

Projeto para Primavera.

Projeto para Outubro
(ou “Um sonho de Primavera”)

Entre 7:15 e 8:30 M57 M29 NGC6871 M39
De 8:30 às 9:30 Cocoon nebula (ic 5146) Garnet Star M15 M2 M30
Depois de 10:30 M31 M32 M110(Andromeda) M33(Triangulum) NCC 253 ( sculptor galaxy) NGC 247
Depois de 01:00 Aglomerado duplo de Perseu M34 Alpha Persei cluster M77 ( galaxia em cetus)
Os horários previstos são calculados em função da altitude dos objetos . Estão previstas para ocorrerem o mais próximo possível do meridiano no horário previsto.( Em alguns objetos isto não é possível mas se você alinhar seu telescópio no eixo norte sul você só precisará do eixo de altitude( praticamente). Os objetos listados não são necessariamente facilmente observáveis . Na verdade a muitos deles estarão bem baixa no horizonte norte ( abaixo de 25º ).

Depois disto você pode atacar Auriga , Taurus e Orion . tudo sem partir para o Horizonte sul . O pico do chuva de meteoros Orionideos vai apresentar seu pico na noite de 21 de Outubro. Este é o plano do nuncius para a noite de 20 para 21 de outubro . Sua realização depende de um céu bem transparente escuro. E a primavera não tem colaborado sendo extremamente chuvosa e com o céu sempre encoberto.
O observatório do Nuncius Australis vai ser montado em um local secreto no alto da Serra dos Órgãos .
O Nuncius espera trazer os resultados desta viagem até vocês ao final do mês . Mandem seus Logs da Noite do Orionideos para o endereço do Nuncius e terei o prazer de apresenta-los aqui. nunciusaustralis@gmail.com

Com relação a chuva de meteoros é esperada uma média de 30 meteoros por hora em seu pico. Orion estará a nascer a leste a partir das 23:00 . Estará em melhor posição na madrugada de 21 de Outubro.Estará atingindo o meridiano 4:00 am .

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

O Catalogo J.E.S.S. de Objetos Estelares

Cap.5 1770-1780

Don João rapidamente estava instalado em um pequeno rancho , considerado por ele um sensacional posto avançado da ciência . Era na verdade pouco mais que uma choupana. Ele se deliciava com a escuridão da noite no Arraial. Em paris com toda aquela luz ele não podia imaginar um lugar pior para se observar o céu. Pobre Messier.

Messier estava em Paris dando prosseguimento a sua eterna busca por cometas. Ele havia conhecido Pierre Mecháin em 1771 , pouco depois da partida de Don João . Mecháin se tornaria um grande colaborador e seria responsável por muitos dos objetos descritos na revisão do catalogo de Messier.
De qualquer forma Enquanto Don João organizava sua fuga , messier perscrutava os céus.
Em 1772 ele acrescenta M50 a sua lista de nebulosas.Ele anota em seu diário:
Abril 5,1772 . 50 .6h51min50seg (102d57´28´´)-7d57´42´´
“aglomerado de pequena estrelas,mais ou menos brilhantes,a direita do unicórnio,acima da estrela theta da orelha do cão maior,;& próximo a uma estrela e 7ª magnitude.”
Em 1779 houve um explosão de inclusões enquanto Messier acompanhava a trajetória do cometa 1779 Bode. Messier co-descobriu este cometa junto com Bode que o observou cerca de 13 dias antes.Seguindo o cometa enquanto este passava por Virgem levou a diversas inclusões no catalogo.M59 e M60 foram descobertas por Gottfried Koehler ,que também seguia o cometa, em 11 de Abril. Porém não viu M58 que foi descoberta por Messier em Abril,15. Nesta corrida , em 5 de maio, Barnabus Oriani, outro que perseguia o cometa , acha M61.Messier localizou no mesmo dia.Porém achou ser um cometa até perceber ( somente uma semana depois ) que este não se movia.Então achou pela segunda vez M62 que ele já havia avistado em 1771.Porém desta vez marcou sua posição. E M63 é a primeira descoberta de Mecháin.
M64 é descoberta por ele em Janeiro de 1780. M64 é uma bela galáxia em espiral , na constelação da Cabeleira de Berenice.Já havia sido avistada por independentemente por Edward Pigott e por Johan Bode em 1779.
M65 e M66 são galáxias em espiral e foram encontradas por Messier meio que ao acaso , em Março de 1780.Em Abril ele acha M67 e M68. Com isto ele dá por encerrada a segunda edição de seu catalogo . Foi publicado no almanaque francês La Connoissance des Temps ainda naquele ano.
Este período foi pródigo também no desenvolvimento do catalogo J.E.S.S..
Don João chegou no Arraial por volta de 1774ou 1775.Esta data é considerada uma boa aproximação .Calculei que em cerca de três meses Don João já tivesse se estabelecido em seu “observatório”.
José Eustaquio tinha reavivado seu interesse pela filosofia natural graças a seu encontro com o padre. Ele podia finalmente trocar com alguém que não os rudes habitantes de seu canto da terra.
Don João relutara um pouco em aceitar José Eustáquio como um par. Porém o saber natural e seu enorme conhecimento do céu levaram ele a se dobrar ao amigo e com o tempo desenvolveu profundo respeito e a e mesmo certa reverencia ao astronomo tupinambá como ele o chamava. José só chamava Don João de Padre.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

A primavera

O Nuncius vai apresentar o seu primeiro vídeo. Perdão por algo ainda que meio tosco. Ele gosta de acreditar ter descoberto o caminho das pedras. Veremos... O céu da primavera austral é o outono do hemisfério norte. A saga que ele conta é boreal. Mas ainda assim um dos mais belos contos do homem. No hemisfério norte as constelações de Cepheus , Cassiopéia, Andrómeda , Pegasus e Perseu fazem sua presença no céu. Estarão baixas no horizonte carioca.Alvos difíceis. De qualquer forma são alvos mais que dignos. Cepheus era rei da Etiópia. Cassiopéia sua rainha. Andrómeda, a princesa.E Perseu nosso herói. Constelações baixas no horizonte norte. Na antiga Grécia a lenda dizia.Casssiopéia era uma belíssima. Faladeira . A história começa com Cepheus. È a primeira constelação da história a nascer. Não é visível na integra do nosso paralelo. Se pode avistar Alderamin , a sua estrela alfa . Mais alta no horizonte norte se vê Zeta cephei e entre elas Mu cephei. Mu é uma estrela especial. È conhecida como a estrela carmim. The garnet star . de vermelho profundo. é uma variável. Uma gigante vermelha que oscila em seu brilho entre 3.1 e 5.4 de mag.. Cepheu era o rei da Etiópia e a seu lado no céu esta Cassiopéia . Sua rainha. Mais tarde se pode ver o M ou O W que a caracteriza sobre o horizonte norte. Cassiópeia se dizia mais bela que as ninfas do mar. Ela esconde realmente diversos segredos. Aglomerados abertos abundam. Está no meio da via láctea. A lenda conta que Cassiopéia se disse mais bela que as ninfas domar. Isto enfureceu Posseidon. Ele Mandou Cetus, um monstro marinho destruir o reino de Cepheu. Para evitar isto Cepheu deu sua Filha Andromêda em sacrifício . Ao lado da família real esta Perseu , um dos argonautas. Ele Matou Medusa , um monstro com os cabelos de serpente que transformava os que a viam em rocha. Perseu nasce mais alto no horizonte norte e carrega a cabeçada Medusa em sua mão. Ela é representada pela estrela Algol. Ao cortar a cabeça da besta o seu sangue se combina a agua do mar . Com isto nasce Pegasus. O Cavalo Alado. Ele monta nele e vai salvar Andrómeda acorrentada. O Cavalo de Pegasus é um dos principais asterismos do céu da Primavera austral.O grande quadrado de Pegasus. A estrela Alpheratz forma um dos vértices dos quadrado. Ela indica a constelação de Andrómeda. Perseus usa a cabeça para transformar Cetus em pedra. Andrómeda é salva e eles se casam. A constelação de Andrómeda esconde a maior jóia da coroa. De Alpheratz se chega a Mirach e a partir dái a M31 . A grande galáxia de Andrómeda. É o Objeto mais distante visível a olho nú a partir da terra. 2.5 milhões de anos luz.
video

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Desenho Astronômico 101


A primavera se iniciou. E por isto chove sem parar. Me resta tentar desenvolver minha parcas capacidades como desenhista . O desenho astronômico é uma arte que vem se perdendo com o acesso cada vez mais facil a cameras digitais para a realização da fotografia astronômica.O Nuncius , ainda que com pouquísimo talento, vem tentando registrar suas observações através de desenhos.
Comprei um kit de desenho dos mais simples. Consiste em 3 lapises pretos (H,HB,B)
, 2 lapiseiras com diferentes grafites(H,B) , um compasso, uma régua com formas , uma boa borracha e um conjunto de 24 lapis de cor.
Apesar das atrapalhadas primeiras investidas que vocês vêem acima ele tem se revelado mais que o suficiente. (O kit . Não o talento.)
Uma das maiores dificuldades que tenho tido é realizar os desenhos depois de sessões observscionais. Agora Pretendo Realizar ao menos um esboço do que vejo em campo.
Desta forma os desenhos serão,acredto, mais exatos . No momento são simplesmente impressões artisticas.Visitem os melhores momentos da semana no site da sky and telescope nos links do Nuncius .

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

O Catalogo J.E.S.S. de Objetos Estelares

Capitulo 4 –O encontro.

Durante sua não tão curta estada Dom João observou o céu com afinco.Dos registros deixados pode-se acreditar que ele tenha feito entradas no catalogo que vinha organizando.Na verdade ele continuava a se dedicar a constelação de Centauro e buscava esquadrinhala em toda sua área a fim de não deixar nada passar desapercebido. Com isto realizou mais quatro entradas no catalogo que ele planejara organizar . Também com sua chegada a Recife ele descobriu que outras mentes j[a haviam passado pelo Brasil e que ao contrario de sua crença diversos cientistas já haviam fincado bases na região , em especial os naturalistas da expedição de Maurício de Nassau. Entre estes se destacam o naturalista Georg Marggraf e o Médico Willem Piso, que estudaram a fundo a fauna e a flora local , sua farmacopéia e diversas doenças. Para seu maior choque encontrou estabelecida também uma sinagoga ( a mais antiga da America),a Kahar zur Israel. Durante a ocupação holandesa ao longo do sec.XVII, a cidade se tornara cosmopolita e bastante liberal.
Seus achados , foram catalogados como SS2,SS3,SS4,SS5. Na verdade não eram descobertas originais mais sim objetos austrais do catalogo do amigo Messier.Somente observadas em condições geográficas muito superiores as encontradas pelo mesmo. (veja no apêndice “Catalogo J.E.S.S”)
Depois achou que era tempo e seguiu Para o Rio de Janeiro.A embarcação era batizada Santa Efigenia.Era um barco rudimentar com um grupo rude (ou pior) como tripulação.Sua sina estava traçada. O Capitão chamava-se João Batista. Um homem autoritário e temido. Tinha algo como dois metros de altura e mais de cem kilos.Forte.Muito forte. Nunca precisou ser mal. Mas podia. E foi pior.Pelo menos para Silvano Silva.
João Batista realmente não estava muito preocupado com sua alma e implicou de cara com o capelão almofadinha que tinha se juntado a seus homens. Achava péssima influencia sobre sua tripulação e o pior de tudo: achava que ele (Don João) achava que não deveria se submeter as suas ordens. Era verdade .E isto permitiu o encontro entre dois homens tão diferentes quanto Don João Silvano e Silva e José Eustáquio de Nascimento e Islas.Como Don João depois entendeu há males que vem pra bem.Após muitos dias de navegação chegou o momento que vinha se anunciando a muito tempo. O Capitão acusa Don João de promover um motim e incitar seus homens a pratica da vadiagem. Para o bem e para o mal Dom João é abandonado em um bote com todo seu equipamento em algum ponto entre Campo dos Goitacazes e a atual região de Cabo Frio. A pequena embarcação estava com a linha d´agua perigosamente baixa no momento da saída e foram deixados poucos mantimentos e quase nenhuma agua potável. Porém a costa era próxima e após dois dias de navegação a longo da costa em rumo a oeste Don João avista ranchos que diferente das ocas que tinha vislumbrado revelava a presença de europeus .Don João evitara os índios que habitavam a região. Segundo os tripulante dos Santa Efigenia possuíam hábitos alimentares bastante curiosos. Eram os temidos Tupinambás. Foram praticamente dizimados.
Seu desembarque no arraial foi um grande acontecimento. Algo comico. Um naufrago vestido pomposamente como padre e vermelho como m camarão não passaria de forma discreta nem mesmo em uma cidade grande. No fim do mundo então...
Estavam finalmente juntos Silvano Silva e José Eustaquio.
Toda a comunidade esperava pela pequena embrcação, que havia sido avistada já há muito tempo graças a Luneta de José Eustaquio. Eles sabiam que era um homem só e não tinham receio. Sua chegada na verdade era um bom agouro. Permitia saber de novidades da civilização e também afastar o tédio.

No Arraial havia um clima amigável. Era uma terra de conscritos. Ele era frequentado por piratas e seus moradores fixos eram um pequeno grupo de pessoas que se encontravam ali por não poderem se encontrar em nenhum outro lugar.Desta forma era um local calmo e amigável . Os tupinambas que eram vistos como temíveis canibais na verdade mantinham uma relação bastante cordial com os moradores.
José Eustaquio era algo como um politico habilidoso e era um misto de prefeito e de cacique no Arraial. Foi ele que primeiro conversou com Silvano Silva. Não se emocionou muito com a história daquele homem, era como um deles . Porem sua bagagem o impressionou bastante. Falou que ele ia ficar em sua casa até que algo melhor fosse providenciado. Disse também que o padre era muito bem vindo. Haviam nascido diversas crianças no Arraial e todas ainda pagãs. Ficou combinado que ele realizaria os batizados o mais rápido possível.
Em poucos dias eram grandes amigos. Silvano Silva ainda achava que ia ensinar a um entusiasmado amador os segredos do céu. Mas no caso o céu era o de José Eustaquio.

Eu Sou Minoria.


Aqui vai uma do blog badastronomy. Eu , a serviço dos Céticos de Plantão.org , sou da minoria que não acredita.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Astrolog #008

Astrolog 3 de setembro de 2009

Equipamento –Binóculo 15-54x80mm

Locação Arraial dos Búzios ,R.J.

18:00 Jupiter- Mesmo ao lado da lua quase cheia e em meio ao twilight , é enorme. Nenhuma lua .Mais tarde percebi 1 ( provavelmente Ganimedes)
18:15- Mercurio avistado a Oeste abaixo de Spica . Mag 0,73.
Acendeu as 18:10 rapidamente percebido.
Arcturus , Spica ,Altair e Vega Bem visiveis. Deneb só mais tarde.
M7 e M6 – facilmente localizados na cauda de Scorpio.M7 a olho nú . De qualquer forma bastante simples partindo –se de Shaula. M7 é um mar de estrelas e M6 é mais delicado porém belissimo também. Merece o nome de aglomerado da borboleta (Shaula forma um belo par com Lesath no mesmo campo)
Acrab – se dividem porem sem muita cor. Bem proximas Acrab 1 muito maior e mais brilhante.
M4 – fácil porem bem apagado.
M80- mais dificil porem avistado com certeza por volta da 19:00.Partindo de Antares passe por sigma scorpio e em seguida por Omicron . Em uma linha imaginaria em direçao a Acrab, pouco depois de Omicron estará M80 .
Omega Scorpio-Dupla facilmente separavel.Mesma cor.
Zeta scorpio – Dupla (como quase tudo em scorpio)
Ngc6231-Belissimo aglomerado com muita nebulosidade . Merece destaque em uma constelação cheia de “estrelas” mais conhecidas. Facimente localizavel a partir de zeta.
Mu scorpio-Dupla.
M25-Belo porem não se define claramente algo enevoado.Melhora ao se aumentar a magnificação(zoom).Localize M22 e caminhe em direção ao norte.
M22- facilmente localizavel com estrelas em forma de um triangulo escaleno a direita do ocular.Se revela facilmente. Comece em Kaus Borealis e vá para o norte.
M28-Facil delocalizar ainda que tenue. Bem proximo a Kaus Borealis.
M8- A coisa mais próxima de M42 que voce vai ver no inverno.Belissima nebulosa. Vai junto o aglomeradoNGC6530 .Localize Nunki (sigma sagitário) e siga em direção a Kaus Borealis (lambda sagitario) prosiga esta mesma distancia mais uma vez e chegará até M 8
M21-Belo aglomerado aberto. Parta de M28 e boa sorte...Ou a partir de M8... A partir de M8 é bem mais facil. Em uma Boa noite voce vai ver também M20 na Região.
M69 – Muito tenue. Usei visão periferica. Partindo de kaus australis e seguindo um arco de estrelas .Dificil de se vislumbrar.
M23- belo aglomerado aberto. Muitas estrelas.achei meio que ao acaso.Confirmei através do Stelarium. Tenho quase certeza de ser o próprio. Foi o ultimo objeto observado. O tempo nublou rapidamente. Cerca de 23:15.

Diversos asterismos interesantes.( O arco a partir de Kaus Australis e o “triangulo” de M22. Triangulo de inverno(Deneb , Vega e Altair)

Belissima sessão de observaçao em um horario bem razoavel. Com Diversos intervalos . Observar com o binoculo é mais veloz que com o telescopio porém não apresenta a mesma magnificação.Porem o meu binoculo se revela melhor que meu telescopio para objetos mais tenues.E a navegação é bem mais simples. Para duplas e para observação planetaria o telescópio é melhor.Em aglomerados se pode resolver mais estrelas com o Telescopio, porem se perde a nebulosidade.Globulares melhores no binoculo.
Apesar da lua quase cheia o “body count” foi otimo.

No dia 7 foram avistados quase todos os objetos listados acima e mais.

M20 – A nebulosa trifida . Nesta noite antes da lua nascer se vislumbra a nebulosa propriamente dita . Ainda que sem se notar as faixas escuras que a batiza.

M16 – A nebuosa da aguia . Grande .Bem brilhante.Bela nebulosa . cercada por estrelas fracas.

M71 – Em Sagita( a seta) tenue . O agomerado globular necessitou de um bom tempo para ser avistado . Mesmo assim só o percebi com visão periférica.

M29- Facil Em Cignus.Bem proximo a estrela Sadr.

Localizei um interessante asterismo entre cignus e Lira . Me pareceu um aglomerado aberto. Forma de tridente . Não achei nada a respeito em todas as minhas fontes.Batizei de Bz 2 ( Catalogo J.E.S.S 22). Achei enquanto buscava por M56 .( o qual não localizei.)

Em Scorpio poximos a M7 e M6 observei dois aglomerados abertos menos conhecidos . bem Proximo a M6 esta NGC 6425. E mais proximoa Shaula NGC 6400.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Catalogo J.E.S.S de Objetos Estelares -cap 3

Os Céus Austrais.

Dom João faz uma rapida passagem por Lisboa a caminho do Brasil.
Quase totalmente incógnito .
Da casa de seu irmão ele organiza sua partida. Ele imagina sua ida para o Brasil como uma grande jornada cientifica. Jamais como uma fuga. Seu irmão atua junto ao Rei para lhe conseguir um posto junto a paróquia da Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro.
Dom João é um homem de seu tempo. Ele imagina a ciencia como um todo. Tinha profundos interesses em astronomia, botanica , antropologia , geografia.
A filosofia natural era uma ciencia exata.Racional. Ele acreditava piamente em uma visão mecaniscista do universo. Queria descobrir as leis que o regiam.
Mas também acreditava muito na intuição , era um cientista mas tambem um poeta. Acreditava em um forma incipiente de filosofia natural. De certa forma proxima a escola que viria à se constituir na Alemanha de Goethe. Naturphilosophie,que sugeria uma ponte entre o racional e o intuitivo para se entenderem os fenomenos.Assim como sugerido por Schelling, acreditava que uma unidade subjacente a todas as coisas que o homem jamais vai discernir sómente pela lógica. Mas mantinha também forte apego ao método cientifico e era rigoroso em suas pesquisas.
Procurava reunir a maior quantidade possivel de instrumentos para a mesuração cientifica. Telescopios , bussolas, astrolabios , compassos dos mais diferentes tipos. E uma vasta biblioteca para levar saber até as almas que se encontram tão longe.
Pensava nos indios que poderia catequizar. Pensava também nas indias desnudas.
Após um ou dois meses ele estava pronto. A situação se tornava insustetavel e ele já tinha lapidado seu irmão até o limite.
Sua partida se deu Lisboa com duas carroças onde levava seu mundo com ele. Depois de longa viagem até o Porto de La Coruña ele é embarcado como capelão e partem rumo as ilhas Canarias , que seriam sua primeira escala
Era uma noite de lua nova e as estrelas indicavam o caminho . Ele partia rumo ao sul.

Halley passou por lá . La Caille também . Mas ninguem sentou base . Halley foi para Santa Helena e La Caille na Cidada do Cabo.
Dom João se acreditava como o Nucius Australis, aquele que ia levar os céus austrais ao mundo.Mundo que , ao seu ver, coomprendia do ao Mediterraneo, quiçá ao Tirreno . Sua expedição ia para alem do mundo. “Bout du mond” ele gostava de falar.
Os venots ajudaram e após um dia já cruzavam o cabo de Finisterra.Mais uma semana e o sentinela as avistou. No próximo dia baixaram ferros na Grande Canaria.
Dom João sabia da importancia daquela parada. As Canarias eram chamadas de Ilhas Fortunosas e serviam tradicionalmente para os navios espanhóis se abastecerem em caminho ao mundo novo.Era fundamental reabastecerem-se com produtos frescos. Só assim poderiam evitar a praga do escorbuto durante a travessia do Atlantico.
O escorbuto é causado pela carência de vitamina c , e embora suas causas não fossem bem entendidas, era um certo consenso entre os navegantes que o consumo de alimentos frescos ajudava a combater seu surgimento junto a tripulação.
Com seu telescopio montado em terra ele começou suas observações. Ele localizou rapidamente a constelação de Centauro , a qual lhe era pouco conhecida , e começou a explorala. Alpha e Beta Centauro apontam para o Cruzeiro do Sul. Olhou primeiro para a brilhante Alpha. Percebeu trtar-se de um sistema duplo . Com ambos os componentes esbranquiçados e facilmente separaveis por seu poderoso telescopio newtoniano.
“ A diversos tipos de telescopios. Se dividem em dois grandes grupos.Refratores e refletores. Os primeiros usam lentes para captar e focar a luz. Os segundos usam espelhos e Newton criou um modelo até hoje muito utilizado”.
O sistema Alpha Centauro , na verdade consiste em um sistema triplo , porem seu terceiro elemento(Proxima Centauro) não é visivel com os aparelhos que Dom João possuia. São as estrelas mais proximas do nosso Sol e estão a cerca de 4 anos luz da Terra. À 1º 12´´ ao sudoeste ele percebeu um rico agrupamento de estrelas bem tenues. Ele registrou em seu diario: “... nunca foi registrado por meus antecessores. Acredito que tanto La caille como Halley não tinham instrumentos suficientemente poderosos para resolver estrelas nesta regão do céu. Não achei nenhum registro sobre este pequeno porém rico aglomerado.”Foi registrado como SS1 por Dom João.

“Este aglomerado foi registrado , posteriormenete , como NGC 5617 , e possui magnitude de 6.6.”

Na mesma noite deslocou seu telescopio em direção a Omega Centauro. Como descrito tanto por Halley como por La Caille a estrela se revela um enorma nevoa com estrelas se resolvendo em suas bordas. Este imenso aglomerado Globular tornava os famosos aglomerados M13 e M22 que ele já conhecia e faziam parte do catalogo de Messier que ele levava consigo, pequenas manchas.

“Omega centauro é o maior aglomerado globular conhecido em nossa galaxia . Ele é constituido de milhões de estrelas e possuiem seu centro um buraco negro. Acredita-se que tenha se tratado de uma pequna galaxia ecliptica absorvida pela via lactea a bilhões de anos.”

A sua estadia nas Ilhas Canarias foi rapida e o clima se mostrou bastante incerto. Segundo seu diario ele só pode observar o céu de forma clara em 7 dos 20 dias que passaram nas Ilhas. Ele dividia seu tempo também coletando diversas especies vegetais os quais ele buscava com afinco e fazia tanto exicatas como tinturas em busca de substancias uteis para seus estudos de Alquimia.

Dom João buscava ,como muitos em seu tempo, a Panacéia universal. Esta seria a cura de todos os males e levaria a vida eterna. Eram os primórdios da Quimica. Ele realizava diversas experiencias de carater alquimico , sempre de forma discreta já que a alquimia era vista como uma forma de feitiçaria e mal vista por muitos.Na verdade o conhecimento da Alquimia era visto como heresia e seu entendimento como proto ciencia se mistura a grandes doses de misticismo e em especial á tradição de Hermes Trimegisto. Desta forma Dom João acreditava em um paralelo entre os metais e os planetas . O Sol com o ouro, a lua com a prata,Mercurio com mercurio,Venus com o Cobre, Marte com o ferro,Jupiter com o estanho e Saturno com o chumbo. Uma de suas maiores ambições era determinar os componentes que compunham os Planetas e as estrelas.

A sua viagem seguiu sem incidentes , embora a ausencia de ventos durante a sua passagem pelo o Equador fez com que a travessia durasse 42 dias e as condiçoes a bordo se deterioravam rapidamente quando atingiram a costa nordeste do Brasil.Após aluns dias aportaram na futura cidade de Recife. A area era cercada de manguezais e a populução mais abastada se refugiara em Olinda. Uma area mais elevada e de facil defesa. A região já fora palco de disputas entre portugueses e Holandeses e era uma das areas mais desenvolvidas do Brasil. Dom João conseguiu alojar-se no recem construido convento de Santo Antonio. Lá recuperou-se da longa travessia enquanto aguardava outro barco que fosse rumo ao Sul e o Levasse até o Rio de Janeiro.
(continua)

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Astrolog #007


Astro log de 1º a 9 de Agosto 2009.

Período pouco produtivo devido a presença constante da Lua e do tempo nublado.
O Nuncius esteve na Armação dos Búzios em trabalho de campo para o projeto J.E.S.S.Apesar do mal tempo realizou algumas observações. Na verdade a única coisa interessante foi Júpiter que resistia à forte concorrência da lua.Nunca observei a Caixa de Jóias tão pouco definida , nenhuma cor e somente 4 estrelas com visão direta.
Como foi um evento festivo na Armação Júpiter fez bela presença junto aos convidados ; assim como a Lua .Albireo visitou o ocular também. Scaneei em Cisne .Sem sucesso.Tudo “free hand”(sem mapas nem computador).
O maior evento do período foi a busca pôr uma buscadora (perdão pela redundancia) para fazer parceria ao led do Telescópio do Nuncius.
Após a destruição de um pequeno binóculo de ópera o Nuncius construi uma pequena luneta com 30mm e 4x de aumento.
Posteriormente foi fixado ao telescópio um outro pequeno binóculo .
As custas de algumas estripolias com arame e cunhas de madeira.se tornou uma buscadora para o Nuncius.
A seguir as primeiras luzes de minha nova buscadora. Ela é uma buscadora das mais modestas .
Gostaria de acreditar que em céus mais escuros ela venha a tornar-se mais util. Preciso desenvolver uma cruzeta para melhorar seu alinhamento. No momento funciona em conjunto com a buscadora à led.Bastante imprecisa. Mas ajuda.(Posteriormente fiz uma cruzeta ,que ainda que tosca melhorou o aparelho em 100%). Vide fotos abaixo

7 de Agosto- a buscadora é instalada e afinada com o led searcher e a ocular.
O tempo nublado não permite observações.

Dia 8

Alpha centauro- Não se divide no novo buscador . Foram feitas observações com intervalos de meia hora, A partir de 18:30.

Rubiacea (Crux)- Também não se percebe a companheira(dupla ótica)na buscadora. Maria Clara , astrónoma mirim, percebe as cores.Uma vermelha grande e uma pequena azul.Com seis anos só consegue observar com a ocular de 20mm . Não “acha” a ocular de 10mm.

Acrux-Não se divide na buscadora.Porém permite um bom alinhamento na ocular

Ngc 5617-Vislumbrada as 18:30 com a ocular de 20mm .Diversas estrelas com visão periférica.Nada na buscadora.

Caixa de Jóias- Bonita .Bom seeing.12 estrelas facilmente visíveis.Muitas cores.Aparece como uma pequena estrela na buscadora . O céu ainda bem claro (+- 18:30).

Júpiter – se vê as 4 luas . Nascendo a oeste. Na Buscadora talvez eu vislumbre Ganimedes. Novamente bem cedo e baixo no horizonte.

Às 21:30 ,já de Binóculo 15X80, consegui avistar Omega Centauro baixo no horizonte sudoeste . Ainda que bem tênue , ele consegue resistir a poluição luminosa e se mostra como uma grande area enevoada.Valente luta contra a luminosidade crescente na encosta do Dois Irmãos.

Ps: O binóculo da Buscadora é um Binoculars(Preço : 25 reais na Casa Reis ). O que foi metamorfoseado em luneta , Made in China sem marca. Comprado com defeito em Búzios Por 20 reais.O Nuncius apresenta uma nova matéria em seu curso: Astronomia Econômica 101

Astronomia econômica 101





Como construir uma buscadora com R$28,00. Veja fotos.

O Morte do Tempo e a Velocidade da Luz



Apesar do Nuncius não devotar este blog a cosmologia a leitura de um artigo recentemente publicado na Revista Astronomy de Agosto de 2009, levou-o a divagar. ( O artigo foi escrito por Bob Berman em sua coluna Strange Universe).Embora o artigo trate de galáxias distantes ele me levou a uma curiosa associação destas a aglomerados globulares.
Aglomerados globulares são claramente objeto de carater exótico.Orbitam o halo galáctico e possuem órbitas as vezes excêntricas , as vezes não .
Muito Antigos. Talvez demais.
Hipotese:
Possivelmente galáxias primitivas que acabaram agregadas a galáxias mais jovens e evoluídas. (o espaço aumenta)
Estruturalmente galácticos , geograficamente satélites.
A presença de planetas orbitando em aglomerados globulares , bem como existência de buracos negros em seu núcleo representam provas a favor desta hipótese.
Ainda no nível de hipótese , a primeira geração de mega estrelas pode ter sido constituida de Imensos aglomerados de curta duração com milhões de estrelas furiosamente quentes e de muita especulação.Inflação imensa ainda.(pouco tempo+pouco espaço=inflação).
Será que a velocidade da luz foi sempre a mesma no tempo e no espaço?
Observação de galáxias muito distantes indicam que talvez não.( vide matéria citada acima)

PROPOSTA DE EXPERIMENTO.

Localizar a as galáxias mais distantes e comparar suas estruturas a de aglomerados globulares mais próximos e comparar esta com a das galáxias elípticas de céu profundo( + de 12 bilhões de anos luz).
E daí?
Possuem elas aglomerados em seu halo?
Há alguma sem nenhum?
Não seriam aglomerados globulares as primeras estruturas mais complexas a se formarem a partir do big bang.(evidentemente depois da desunificação das forças).
Considerações:
Caso no auge do movimento inflacionário e especialmente antes deste poderia a matéria viajar mais rápido que a luz?
Desta forma a informação poderia estar adiante no tempo do que o tempo.(Há de haver mais espaço do que percebemos)
Desta forma passado e futuro se unem e o tempo deixa de existir .
O tempo é uma construção humana . Não existe de fato.O Big Bang não começa nem acaba , é eterno antes do tempo . E depois também.E neste momento não existe o tempo.


Outras viagens:

Mutação na matéria. A união de dois tijolos fundamentais (bosons, por exemplo) mesmo que se repetisse com as estas partcuilas não necessariamente construíam a mesma estrutura. Bilhões de vezes x+y=z . Porem nestas condições de contorno 1 vez ( ou mais) x+y=m (mutação).

sábado, 8 de agosto de 2009

destaques da semana- 7 à 15 de agosto -2009

Esta semana o grande destaque vai para a chuva de meteoros com seu radiante em Perseu.
Os persideos serão um programa para os madrugadores ou os insones.Perseu surge baixo no horizonte norte -nordeste as 3:00 a.m. . O Nuncius aposta no intervalo entre 5:00 e o nascer do sol como periodo ideal. Os persideos disputam ainda com a lua minguando. Porem são bastante confiaveis e varios estarão lá. O pico será entre 11 e 12 de agosto. Atividade antes e depois prevista.

Com o andar da semana a janela para se observar Sagitario e suas maravilhas aumenta com a lua minguando e nascendo cada vez mais tarde.

Planetas:

Mercurio - Dificl no horizonte oeste .Durante o "Twilight".

Venus - Estrela matutina
Marte - Matutino também. Não estará do tamanho da lua como andam dizendo por aí...
Jupiter- Visivel quase toda noite.
Saturno-Bem baixo no horizonte oeste. Ao por do sol ou pouco após.
Netuno- Esta proximo a Jupiter.

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

O Catalogo J.E.S.S de Objetos Estelares-Cont

Cap 2 – França 1757

Meu Tataravô nascera em uma rica familia cortesã , no reino de Portugal. Era o quinto filho de seu pai. A este tempo isto só podia significar uma carreira na igreja.
Não se adaptava muito bem aos gostos do velho. Foi um padre nada casto.Mas permitiu a ele se dedicar aos seus estudos com muito afinco. Era considerado um homem de profundo saber e com muitos titulos. Eram tempos de inquisição e esta era extremamente ativa no reino. E ele calava sobre sua biblioteca com muitos do livros proibidos. Copérnico , Galileu Gallilei, até mesmo Bruno .
Um dia falou mais do que devia e se viu em apuros. Seu pai em uma ação rapida e dispendiosa exportou o rapaz para Paris. Na cidades das luzes sopravam ares mais liberais e o jovem se revelou. Andava nas rodas mais intelectuias e era especialmente amigo de Joseph Nicola Delisle , astronomo da marinha.
Era 1757 e Delisle tinha previsto uma posição para o retorno do grande cometa de 1682 que Edmund Halley havia previsto.
O cometa de Halley , como hoje é conhecido, teve sua orbia calculada por Halley em 1705 . Ele percebe que se trata de um cometa periódico com uma orbita ao redor do sol de 75 anos O grande astronomo não sobreviveu para ver seus calculos se mostrarem precisos porem suas idéias sobreviveram no livro Synopsys Astronomia Cometicae. Don João , como meu tataravõ era chamado, se debruçara sobre um exemplar cedido por Delisle eestava fascinado pelos calculos apresentados por Halley. Na verdade encantado pelas diversas obras que ele havia escrito. Diziam até que o grande Principia tinha sido patrocinado por ele , que incetivou Issac Newton a nos deixar esta obra maior no estudo da Ciencia natural.
Graças a seu enorme interesse por Halley e suas realizações ele se aproxima de Messier , que procurava , ainda que de forma antecipada , pelo retorno do cometa. Faziam observações diarias do observatorio da marinha situado em uma torre no hotel de clugny em Paris. O prédio fora construido em 1480 sobre fundaçãoes de uma ruina romana de sec IV. Era perfeito escuro e com um horizonte livre em todos as direções. Foi neste lugar que , segundo Don joão , ele inventou a caça de cometas. Ele e Charles Messier.
Eles buscavam pelo cometa na direção dada por Delisle. Ao final de quase um ano de buscas eles já haviam avistado mais de um cometa porém nada na região esperada. Ao final de 1758 Don João se desperava e chegou a conclusão que os calculos de Delisle estavam errados.

Estavam nessa condição de dar dó quando Messier localizou a tal nevoa que veio a se chamar M1. Após alguns dias e a realização de que aquilo não era um cometa , Don João diz a seu amigo que as nebulosas que os confundiam deveriam ser catalogadas a fim de não atrapalhalha-los em sua busca por cometas.Recordou ainda que Halley havia registrado objetos semelhante em seu catalogo austral de 1679.Assim nasce o Catalogo de Charles Messier.

“ O catalogo Mesier reune 110º objetos de céu profundo.Ele é como a pedra de roseta para o astronomo amador no hemisfério norte. Todos os anos astronomos se reunem para realizar a chamadas maratonas Messier.O desafio consiste em se observar todos os 110 objetos em uma unica noite . Existe uma janela junto à lua nova mais proxima ao equinocio de primavera. A maratona não é plenamente possivel no hemisferio sul. De qualquer forma a observação de todos os chamados objetos Messier, mesmo que não em uma unica noite, é um divisor de aguas para o astronomo amador Em sua primeira versão o seu catalogo incluia apenas 45 objetos e foi apresentado em 1771.” .

De qualquer forma Halley se mostrou correto e o cometa foi localizado por Johan George Palitzsch um Astronomo amador alemão proximo ao natal de 1958. Messier o localizou de forma independente um mes depois tento concordado com Don João que a area prevista por delilsle estava errada. Delisle só o localiza no dia primeiro de abril de 1759. Ninguem acreditava mais nele e acharam ser uma brincadeira de Dia do Tolo.
Por mais curioso que seja o catalogo o Messier foi organizado como locais no céu que não eram para ser olhados. Afinal aquelas nevoas não eram cometas e diversas elementos da inteligentsia acreditavam até mesmo tartarem-se de fenomeno atmosfericos. Na verdade este mesmo absurdo já havia sido dito dos cometas.
Já Dom João acreditava que aqueles eram os locais a serem obserados. Ele acreditava que muitas daquelas nevoas eram os recanto secretos que Bruno dizia existirem. Foi provalvemene um dos primeiros homen a cogitar a existencia e outras galaxias. Foi um grande incetivador do Catalogo de Messier.
Ia o ano de 1771 e Messier ,agora já astronomo da Marinha, acha que é hora de publicar seu Catalogo. Ele possui 43 objetos por ele definidos como nebulas e aglomerados estelares. Dom João , que em meio a uma vida cada vez mais desregrada , aind encontrava tempo para as estrelas , os amigos e a matematica, considerava um numero suspeito. Ele pesquisava os chamdos numeros perfeitos e estava obcecado pela Irmandade Pitagórica . Na verdade achava que ele , Messier Mechain e cia. Formavam a versão revista e melhorada da mesma no alvorecer de uma nova ciencia.

“ A perfeição numérica , segundo Pitagoras , depende do numero de divisores (numeros que vão dividi-lo perfeitamente, sem deixar resto) . Segundo Pitagoras os numeros perfeitos são aqueles cuja a soma de seu divisores é igual a ele mesmo. Por exemplo, o seis. 6=3+2+1. Deus criou o mundo em seis dias . O proximo numero perfeito é 28. A lua orbita a terra em vinte oito dias .Os numeros perfeitos apresentam outras propriedades interesantes. Euclides descobre que todos os numeros perfeitos são multiplos de 2 numeros sendo um uma potencia de 2 e o outro a potencia seguinte de 2 menos 1.”

Por conta disto Dom João conveceu a Messier de incluir mais dois objetos.Messier escolheu aglomerados já bastante conhecidos .
M44 um aglomerado conhecido como presépio e M45 seriam as Pleiades.
O verdadeiro motivo acreditas-e tenha sido apresentar um catalogo maior, já que 45 não é um numero mais perfeito que 43.
O catalogo foi publicado e Dom João teve um da primeiras cópias.
O cataogo se iniciava assim:

“Catatalogo de nebula e aglomerados estelares ,
Que se revelam entre as estrelas fixas sobre o horizonte de Paris

Observado no Obsevatório da Marinha
Com diferentes instrumentos
Por M. Messier”

A escolha dos dois ultimos objetos desagradou Dom João , que acreditava que Messier deveria ter conseguido duas descobertas inéditas. Ou pelo menos mais obscuras. De fato ambas entradas eram a muito conhecidas.
M44 esta registrada como uma nebula em escritos que datam de 320 a.c.( Aratus) . Galileo Galilei a identificou como aglomerado. Conhecido como o Presépio.
M45 – Conhecido desde a pré- história . Consta do Livro de Jó.Conhecido como as Pleyades.
Mas o problemas de Dom João eram maiores que suas rusgas com Messier.Ele estava ecaminhado no pecado da luxuria e a honra de uma jovem tinha sido arruinada . O pai , um militar, queria sangue. O sangue dele. Partiu de Paris as pressas . Levava um telescopio, seu exempar do catalogo, mais alguns livros e algumas roupas. Em Portugal não era bem vindo.
Dom João de Silvano e Silva estava com poucas opções .
Restava o Brasil.

quarta-feira, 22 de julho de 2009

destaques da semana 20 -27 de julho de 2009

O destaque desta semana vai para nossa vizinhança galactica. Os planetas se apresentam.

Venus e Marte na madrugade , a leste.
Jupiter durante quase toda a noite .Em capricornio.
Netuno a menos de um grau de Jupiter.
Urano se encontra em Peixes
E para aqueles que possuirem telescopio potente o suficiente Plutão brilha com 14a mag.em Sagitario . Veja o mapa . (Clique para ampliar)

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Teste de Equipamento -Celestron Firstscope 70mm


Firstscope 70mm Celestron
O Celestron é um refrator de 70mm . Sua distancia focal é de 900mm logo apresenta a razão focal de  F13 . Acompanham duas oculares de 20mm e 10 mm .Estas vão gerar uma magnificação de 45x e 90x.
Existe também a versão 90 mm.
È uma agradável surpresa .Apresenta uma boa relação custo beneficio.
Foi meu primeiro telescópio me permitiu conhecer o céu como nunca imaginei possível.
Apesar de certas  limitações me permitiu ver mais maravilhas que imaginava.
Não percebi aberração cromatica mesmo em objetos bem claros . E mesmo com as oculares originais ele apresentou uma imagem bastante boa ao longo de todo campo ocular. Nas bordas se percebe alguma distorção mas nada que chegue a incomodar.
Na verdade me ensinou as maravilhas e prazeres do “star hooping”. Um clássico. Chegar não importa , o importante é o caminho.Vi muita das belezas que se podem ver com a configuração.
O Celestron é um aparelho bem realizado , se considerando o seu custo, que atende a diversas funções.
O foco se realiza através de um sistema de cremalheira e apresenta um curso de cerca de 30 cm.
O seu buscador é através de um led. È bastante fácil de se ajustar através de dois botões situados no próprio finder. Posteriormente substitui esta por uma buscadora ótica 9x50 mm. Isto torna a localização de DSO,S ( especialmente em locais de forte PL) mais facíl. Foi necessário realizar nova furação no tubo. 
A suas oculares poderia ser melhores. Ao tentar observar Júpiter com a ocular de 10mm e uma barlow 2x( não acompanha o aparelho) e ele não suportou. Porem funcionou melhor com estrelas duplas.A imagem de Júpiter não obteve foco. Porem o seeing estava ruim e Júpiter baixo no horizonte.Merece mais uma chance.( posteriormente consegui utilizar aumentos de 180 X regularmente. )
De qualquer maneira eu recomendo que voce adquira uma ocular Plossl. Isto vai melhorar em muito a qualidadad das imagens que vai ver. Se gostar de observação planetaria é melhor também comprar uma ortoscópica. A ocular de 20mm é razoavel. A de 10mm deixa a desejar.
Depois parti em busca de Omega Centauro . Não chega a resolver estrelas porem se vê claramente o enevoado , parecendo uma pequena bola de algodão .Melhor observado com baixa magnificação.
A seguir a Caixa de Jóias próximo a Beta Crux.Resolvendo muitas estrelas com ambas as oculares.
Diversos objetos Messier foram avistados. Na verdade todos os Messier que procurei com ele foram avistados. Uns mais outros menos...
A montagem é equatorial. Funciona .Poderia ser mais estavel pois em caso de objetos muito tenues é dificil se obter um bom foco de primeira. Melhor não utilizar na maxima extensão. Quanto mais baixo melhor.
Quanto a astro fotografia : Realizei boas fotos da Lua . Registros toscos de deep sky . Com método afocal. 
Bom produto. Excelente first scope. Posteriormente adaptei a OTA na minha EQ 3 e realizei boas fotos em foco primario. é necessario utilizar minha barlow ( sem a lente o com ela) como um adaptador.Ou comprar um adaptador universal com rosca tipo T ( M 42) .http://www.astroshop.com.br/produto.asp?CodProd=93625 Não possui rosca no porta ocular  Na verdade este conjunto se mostra muito estavel e é um bom conjunto para se iniciar em  astrofotografia. 

P.S. Claro que vi anéis de Saturno (90x) , luas de Júpiter, fases de venus e etc...
Algum tempo depois obtive fotos bem razoaveis utilizando um tripé mais estavel... E outras oculares...

Pontos fortes:
Preço
Tubo Ótico

Pontos fracos:
Tripé e cabeça equatorial , ocular 10 mm

P.S. Atualmente ( 2012) a Celestron tem disponibilizado as séries Astromaster e Powerseeker que atingem o mesmo nicho ao qual pertencia  serie firstscope. Os produtos são muito similares. A serie Powerseeker é um pouco mais clara (F 10)

http://www.astroshop.com.br/produto.asp?CodProd=21037

http://www.astroshop.com.br/produto.asp?CodProd=21061&Telescopio-AstroMaster-70AZ-Refratores

http://www.astroshop.com.br/produto.asp?CodProd=21048&Telescopio-Refrator-PowerSeeker-80EQ-Refratores



terça-feira, 14 de julho de 2009

Destaques da semana 12 a 19 jullho 2009

Quarta 15 . A grande mancha em Júpiter vai cruzar o meridiano durante a madrugada. Atualmente esta alaranjada. Será visível ,se o seeing for bom, em um telescopio de 4 pol.

Venus e Marte próximos as Plêiades, com a lua a tiracolo. Na sexta 17. Aldebaran também próxima.

Visite as Hiades . E só mirar em Aldebaran e ver o "v". Aldebaran não faz parte do aglomerado.( Touro)

quarta-feira, 8 de julho de 2009

O catalogo J.E.S.S. de Objetos Estelares- cont.

Capitulo 1 – O começo de tudo

Messier estava a procura do cometa de Halley , e o procurava todas as noites.
Ele acreditava piamente no retorno deste ,previsto por Halley para ocorrer ainda naquele ano. Isto era apenas uma hipotese naqueles tempos. De qualquer forma ele trabalhava para o Sr . Joseph Nicolas Delisle, astronomo da marinha. Ele fora empregado por sua bela caligrafia e acabou sendo instruido no uso de telescopios e afins.
Estava ele buscando o cometa de Halley na região prevista para seu retorno quando encontrou uma pequena nebulosidade a qual acreditou ser o cometa. Era o dia 12 de setembro do ano do Senhor de 1758.
Como astronomo precavido que era e ciente de seus deveres para o Sr. Delisle ele nada anunciou e continuou suas observações por mais alguns dias. Logo percebeu que aquele cometa não se movia em relação as estrelas de fundo. Não era um cometa e sim uma nevoa que habitava aquele lugar do espaço. Esta nevoa viria e se tornar o objeto messier numero 1 ou M1 . Ele só descobriria em 1771 que o objeto por ele avistado já havia sido observado por Jon Bevis em 1731
M 1 é na verdade os restos mortais de uma supernova que explodiu em 1054. Tornou-se conhecida posteriormente como a nebulosa de caranguejo em razão de sua forma . É um objeto Messier dificil. Com baixo brilho de superficie e com uma magnitude de apenas 8,4 .É separada por pouco mais de 1º da estrela Zeta tauri, um dos olhos da constelação de touro.A despeito disto não é facilmene visivel.

“Magnitude é o brilho de uma estrela (ou um aglomerado, galaxia , planeta e etc..) como ela aparece no céu . Magnitude aparente. Nos primórdios se dividiam em seis grandezas. Sendo a 1ª a mais brilhante e a 6ª o limite da visão.Atualmente certos objetos mais brilhantes tem valor s negativos de magnitude. Sirius ,a estrela mais brilhante é cotada em -1.44. O brilho de uma estrela é resultado de sual real emissão de luz e de sua distancia de nós.”


José Eustaquio de Nascimento e Islas nasceu em Portugal , mas veio muito cedo para o Brasil. , talvez o primeiro bebê a cruzar o atlantico .Este
Se nesse tempo o Brasil era longe o pequeno rancho em que ele e seus pais viviam era para lá do o fim do mundo conhecido. Haviam indios muito bravos para pouco alem do fim da peninsula . A sorte é que ali havia pouca agua. Não se sabe o ano exato de seu nascimento mas meu tataravo calcula que ele tenha nascido por volta de 1740. Com isto ele teria vivido mais tempo que qualquer ser humano que eu tenha conhecido. Talvez mais que Aureliano Buendía
No ano que José nasceu ,pouco antes do natal , houve um naufragio junto ao Cabo no limite sul da peninsula. Apenas dois marinheiros chegaram até o rancho onde morava Seu José . Pai de nosso José. Foram bem recebidos por ele e sua familia.
Tinham conseguido entrar em um pequeno bote que estava sobre o convés enquanto o barco fazia agua rapidamente. Conseguiram jogar algumas caixas para dentro da embarcação , sem saber muito bem o que havia dentro de cada uma . O Capitão enlouquecido dizia que ia matar quem quer que tirasse algo de sua nau.Em meio a gritos e tiros de bacamarte eles jogaram um bote ao mar . Poucos minutos depois o barco explodiu. Segundo os marinheiros o capitão louco jogou uma lamparina no porão onde carregavam a pólvora.
Após algum tempo os marinheiros construiram uma pequena embarcação e resolveram partir a um destino melhor que aquele fim de mundo. Deixaram como forma de retribuição pela generosidadae de seu José uma caixa com alguns livros .E um tubo com uns vidros em suas pontas que permitia que José avistasse barcos muito ao longe . Era um Telescopio, como muito tempo depois ele veio a saber.Para ele sempre foi a luneta.
Aqui é importante relatar ,segundos os alfarrabio que me chegaram as mãos, que José Eustaquio é um nome que se repete em varias gerações de uma familia. Ou então ele viveu durante mais de cem anos.Aqui cabe mais um espaço para a lenda.
Naqueles tempos o Armação dos Buzios , como séculos depois o local veio a ser chamado , era realmente o fim do mundo. A maior pare da população da terra ainda acredita que o fim da mundo existe. Se voce for até lá voce cai no espaços vazio e conhece monstros que nenhuma alma humana jamais imaginou.
José Eustáquio ,devido a sua posição geografica, já percebera que o fim do mundo não existia. Mais ainda. Como temente a deus ele sabia que o fim do mundo era um lugar no tempo. Não no mundo. E nem no céu.
E José Eustaquio ( com certeza era o primeiro de nossa saga) gostava do céu.Este José Eustaquio. Segundo deduzi este éo pai do José Eustaquio que meu tataravo conheceu.Ou não.Voltamos a tereno das lendas .Mas ele egostava do céu e o conhecia como colono que era. Mais que isto: navegador. Ele fora marinheiro na Real Marinha , a serviço do rei. Sua familia era simples porem antiga Nunca possuiram grande prestigio. Mas serviam a pesoas de muito prestigio. Fora bem educado e conseguiram-lhe uma posição ,ainda que modesta, na esquadra Real .
Daí até o Arraial é uma estória da mais nebulosas.
Muito importante é que sabia ler. Os livros deixados foram biblias para ele. Eram na verdade o bau da dita expedição científica que retornava a portugal no mal fadado navio.
Estamos no meio , aproximadamente, do sec. Xviii. Galileu Galilei não tinha chegado até Lisboa. Bem até tinha . Mas se perdeu a caminho para o futuro Arraial. Aliás , o Arraial era só um amontoado de Ranchos e mais umas choupanas. Daqui para frente este local vai ser conhecido como Arraial; ficará para a historia como Armação dos Buzios.
Em todo caso algo novo havia chegado a "Macondo". E José sabia ler. E tinha sido muito bem educado. Ainda que de uma forma totalmente ocasional ele ouvira muita coisa. Lera muito pouco ,mais algo. E agora podia entender a maior parte do saber que lhe chegara. E a volta quantica é que estava tudo em frances.Improvavel porem não impossivel. Ele conseguia coompreender e aprendeu de fato a lingua . Sua mãe , metida a fidalga , aranhava bastante bem a lingua dos nobres, e o fizera estudar algo e com outra volta quantica o Arraial era frequentemente visitados por piratas franceses em busca de viveres e de um bom Porto.José era fluente em Francês.
De natureza curiosa ele observou ,com atenção, o telescopio que lhe foi dado.Percebeu rapidamnte que se tratava de uma peça de altissíma qualidade . Todo entalhado , com belissimos desenhos de conjuntos de estrelas, em madeira de lei e um acabamento que demonstrava grande habilidade de artesões de primeira linha.Sua lente tinha cerca de 3 polegadas (75mm) e era de uma transparencia que ele jamais imaginara possivel em um vidro ou cristal. E sua estrutura permitia que dois tubos corressem dentro deles mesmos . Conforme corriam se podia ver mais perto ou mais longe.
Ele montou , habil que era, uma estrutura de bambu. Ela sustentava sua luneta. Mas foi mais longe ainda. Ela possuia algo como uma cabeça entalhada em madeira nobre. Esta peça , depois de adaptada com maestria,permitia a ele ajustar a altura e direçaõ da luneta. Depois , e só depois , ele apontou seu olho para o céu. No céu ele viu muito mais que estrelas. Ele viu uma estrela com cabelos. Um cometa.
Segundo meu tataravô disse ,na primeira noite Ele esbarrou em seu suporte e seu olho saltou para bem longe .E ele estava lá. Se as notas que o velho deixou forem corretas era novembro de 1758. Foi então que José Eustaquio entregou sua alma aos céus e seu coração ao que ele chamava de filosofia natural. Ele vira isto nos livros que haviam chegado . E ia descobrir oque isso significava.